No Inverno Árvores Cerejeiras dão Um Novo Colorido nos Parques e Praças de Curitiba

By | July 17, 2011

No auge da floração, as Cerejeiras-do-Japão dão mais um charme e um colorido especial a ruas, parques e praças da cidade nesta época do ano.  A beleza das cerejeiras pode ser vista, na praça do Japão, no Jardim Botânicos, nas ruas XV de Novembro, Sete de Setembro, Pasteur e nas avenidas Iguaçu e Anita Garibaldi.

No Inverno Árvores Cerejeiras dão Um Novo Colorido nos Parques e Praças de Curitiba

No Jardim Botânico, cerca de 30 árvores formam um corredor do início do estacionamento até o portal de entrada do parque. Para que gosta de contemplar e registrar a beleza das cerejeiras é bom se apressar, porque a floração da espécie é rápida, normalmente no meio do inverno, durando no máximo 10 dias.



A Cerejeira-do-Japão, no tom rosa, é uma flor típica do inverno. As flores nascem somente depois da queda de todas as folhas da árvore, o que ocorre na época de frio. “É também uma forma de as flores ficarem mais visíveis, facilitando a polinização por abelhas”, conta o biólogo Luiz Felipe Cavazzani, do Horto Municipal da Barreirinha.

As primeiras mudas de cerejeiras chegaram a Curitiba trazidas por imigrantes japoneses, há aproximadamente 80 anos. A espécie teve rápida adaptação ao clima curitibano. “Por ser uma árvore de pequeno e médio porte, pode ser usada na arborização pública viária”, explica Cavazzani.