Bosque Alemão em Curitiba

Nível de Interesse Turístico: 2 Excelente  

     Inaugurado em 1996, o Bosque Alemão homenageia a cultura e as tradições que os imigrantes alemães trouxeram para Curitiba. É um memorial a esses imigrantes que chegaram à cidade a partir de 1833 e muito contribuíram para o estilo de vida dos curitibanos.
Ocupa 40 mil m² de área no bairro Vista Alegre e fazia parte da antiga chácara da família Schaffer. A maior parte dessa área é de uma impresionante mata nativa densa e de nascentes de água doce.
Veja o texto Completo

O Bosque é rico em atrações. Dentre elas estão:

     O Oratório Bach, réplica de uma igreja presbiteriana em estilo neogótico com uma sala usada para concertos e exposições que possui capacidade para 100 pessoas, e é uma homenagem ao compositor alemão Johann Sebastian Bach. Junto ao Oratório encontra-se uma lanchonete com várias mesas ao ar livre onde se pode apreciar o lindo visual e desfrutar da cozinha alemã com tortas doces e salgadas, bolachas, cafés, dentre outros produtos.
Tem um palco ao ar livre que pode ser utilizado para apresentações artísticas.



    



     Uma passarela liga o Oratório de Bach a um mirante em madeira, de quase 20m de altura, de onde se tem uma vista panorâmica de Curitiba. O mirante fica situado no topo da chamada Torre dos Filósofos que foi feita em homenagem à cidade paranaense e pensadores da filosofia alemã como Immanuel Kant, Friedrich Nietzsche e Hannah Arendt, entre outros.



     Descendo a Torre dos Filósofos, encontra-se a trilha de João e Maria, onde se reproduz o conto dos irmãos Grimm, escrito em 1812. Os versos desse conto popular são pintados em azulejos ao longo da trilha que é feita de paralelepípedos e cruza o bosque.





     Em meio à trilha está uma biblioteca infantil chamada “Casa da Bruxa” ou “Casa Encantada”. O espaço, com cerca de 2700 exemplares, recebe crianças para a chamada “Hora do Conto”, durante a qual personagens como bruxas e fadas fazem uma leitura teatral de contos infantis. A biblioteca comporta cerca de 110 pessoas. De segunda a sexta, o local agenda encontros para grupos de escolas, hospitais e ações sociais. Turistas só podem participar se a casa não tiver atingido sua capacidade máxima. É possível também emprestar livros da biblioteca sem nenhum custo. Para isso, é preciso ter uma carteirinha de qualquer biblioteca municipal. Para fazer a carteirinha, é necessário apresentar um comprovante de residência, documento de identidade, um telefone fixo e um móvel.


Ainda em meio à trilha, é possível avistar algumas espécies de animais como gambá, beija-flor, sabiá, pula-pula, bispo, limpa-folhas e morcego, que transitam livremente pelo parque. Na mata, são encontradas espécies de plantas como canela, espora-de-galo, guabiroba, açoita-cavalo, timbó, pitangueira, paineira e pinus.






     No fim da trilha, está localizado um pórtico que reconstitui a fachada da Casa Milla, construída no início do século na Rua Barão do Serro Azul. A casa é um dos símbolos da arquitetura alemã em Curitiba. A varanda que foi utilizada na construção da réplica é original.



Horários de funcionamento:
Bosque
Todos os dias: 8h às 20h
Biblioteca infantil
Todos os dias: 9h às 17h
Hora do Conto
Sábado, domingo e feriado: 11h, 14 e 16h
Lanchonete
Segunda: 13h30 às 19h
Terça a domingo: 10h às 19h

Uma Reportagem bem Boa sobre o Parque


 
Dicas Úteis:
• Acesso gratuito (parque e biblioteca infantil);
• Há acesso para deficientes físicos apenas na parte superior ou na fachada da Casa Milla. Não é possível descer o mirante e seguir a trilha. Não possui banheiros equipados para deficientes;
• Não possui infra-estrutura para atividade física;
• Possui banheiros;
• Não é permitida a entrada de cães.

Localização:
Rua: Niccolo Paganini, s/nº, Vista Alegre

Como Chegar:
A pé: Como fica fora do centro e longe de outros pontos turísticos não tem como ir.
Carro: Pode vir de carro de vários pontos turísticos como: Universidade Livre do Meio Ambiente, Parque Tingui, Bosque Gutierrez, Bosque do Papa e Bosque do Pilarzinho. O estacionamento fica na rua em volta ao parque e não precisa colocar o cartão de Estar.
Ônibus Linha Turismo: Primeiro horário: 10h11 Último horário: 18h41.
Linhas de Ônibus: Convencionais (amarelos): Bracatinga, Fredolin Wolf, Jardim Mercês-Guanabara, Primavera e Raposo Tavares.
Interbairros II (verde) sentido Anti-Horário.




Exibir mapa ampliado